quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Paixonites?

Eu estava pensando que o coração da gente é burro mesmo, né?! E quando a gente acha que acertou, "puf" a carruagem vira abóbora... Porque ninguém vive em conto de fadas...
Mas quem não quer viver assim?! É o estado de felicidade que todos buscamos... Por isso que a gente sofre tanto... E na maioria das vezes sofre por alguém que não merece.
Quantas vezes já disse pra mim mesma que não me apaixonaria mais? Ou que não ligaria mais? Ou que não mandaria mais mensagens? Tantas que não podes imaginar meu caro e ardiloso amigo leitor. Aposto que tu também já fizeste promessas como eu. E duvido muito que as consiga cumprir.
Porque estar apaixonado é tão bom... A alma fica levinha... Parece que até o chiclete colado no asfalto lembra aquele dia bonito em que vocês sentaram no parque e dividiram uma goma... Associações sem nexo de quem está assim nesse estado estranho da mente... É! Os apaixonados são uns esquisitos! Onde já se viu... Chamar a outra pessoa de bebê?!?! Eu nem posso falar muito e nem vou colocar o apelido que o meu ex me chamava, mas é engraçado lembrar...Pensar em tantas coisas que convergem num único foco.
Isso não descreve a sensação... As palavras são vazias perto disso... Estar apaixonado é uma coisa grande... Mais que até o céu... Mais que 1,6 x 10²³...
Quem sabe a gente sofresse menos... Mas de que ia valer? O sofrimento vale... Mesmo que não consigamos aprender... Mesmo que caiamos outra vez... Meses de sofrer são compensados em segundos de um olhar apaixonado... Cem lágrimas são esquecidas no desabrochar de um sorriso... As lembranças solitárias são apagadas com o carinho de um abraço... E no fim... Tudo acaba valendo a pena... Mesmo que não dê certo no fim... Porque sentir-se verdadeiramente apaixonado é... É... Ahhhh... Por mais culta que a pessoa seja, acho que não tem como dizer... Só sentir... Simplesmente...
No fundo, parece conto de fadas... Mas não é... É de verdade! E quem sabe sua princesa não está por aí... Caminhando pelas ruas do centro de São Paulo... Ou no Metrô...? Vai saber?
Bom, talvez as abóboras não sejam tão ruins, afinal.

Um comentário:

Lasombra Ribeiro disse...

É realmente bom se apaixonar, amar e ser amado...
Só tem que tomar cuidado pra não mar errado...

Não esqueça que a vida é feita de encontros e desencontros...

Pode estar mais próximo do que se imagina. Bjus!!!!